english version
Recursos do Site
Menu Principal
Fim Menu Principal Uramaki
Matriart News

Cadastre-se e receba em seu e-mail, todas as novidades da Matriart LG.

( fim de malabo news )

Meu cão come cocô!!!

 

Uma das coisas mais desagradáveis para o dono de um cão é, sem dúvida, descobrir que seu cão está comendo cocô ou lixo, e que isto se tornou um hábito.

Aqui vamos verificar os motivos que levaram a este costume, e, de certa forma, te instruir a corrigir este problema.

Para nós, humanos, isto é algo extremamente nojento, sujo, repugnante e provoca um hálito insuportável no cãozinho, por outro lado, a natureza do cão é carniceira, o cão selvagem se alimenta de pequenos animais que ele consegue caçar e restos de caças de outro animais, ou seja, carne, muitas vezes em estado de putrefação. O cão selvagem se alimenta, também, de fezes que, com o olfato, consegue identificar qualidades nutricionais, se alimenta ainda de minhocas e poucos vegetais, mas os seus hábitos são basicamente carnívoros e carniceiros. para um cão.

Entenda que o cheiro de fezes pode não ser tão desagradável para o seu cão.

O cheiro do ânus identifica o “status” do cão, tanto pelas glândulas que ali existem (muito ativas nos machos e eficazes para a marcação do seu território) quanto pelo cheiro dos resíduos de fezes que ali se encontram, indicando que, em uma matilha aquele é um cão dominante e tem direito ao “melhor pedaço de alimento”.

É importante salientar que o organismo do cão é apto para tais tipos de alimentação, e que, de fato, ele consegue subtrair nutrientes deste tipo de “alimentação”.

O habito de não comer fezes, lixo ou carniça veio de sua adaptação à convivência com o ser humano por milhares de anos de domesticação.

O seu cão come lixo.

O lixo é um verdadeiro banquete para o seu cão. Restos de comida e o cheiro do tempero (rico em partículas aromáticas) são um grande atrativo para o seu amado cachorrinho. Já parou para pensar qual o desejo do seu cachorro quando ele sente o cheiro dos restos de um churrasco em seu saco de lixo?

Este hábito é normal, e para evitar que ele se alimente de suas sobras, retire o lixo do alcance do seu cão, se for o caso, compre um recipiente que impeça que o seu cão mexa no lixo.

Seu cão come fezes humanas.

É um problema grave e pode transmitir doenças ao seu cão, e deve ser corrigido, evitando suas conseqüências.

Isto geralmente ocorre quando você passeia com seu cão em lugares onde pessoas (mendigos) usam como banheiros, são locais extremamente contaminados. Evite a passagem por estes locais ou não o solte da guia, a saúde do cão agradece!!!

O seu cão come fezes de outros cães, ou as próprias fezes – coprofagia

Este é o problema que comumente traz mais problemas ao dono do cãozinho pois na maioria das vezes o cachorro faz isto quando o dono não está vendo e envolve vários fatores como desvios comportamentais, problemas de saúde ou, ainda, problemas alimentares.

Fatores comportamentais:

É muito comum, ao tentar ensinar que o cão tem um lugar determinado para fazer suas necessidades, cometer erros que convença um cão que o coco desagrada o seu dono, e logicamente ele tem que “sumir com a prova do crime” para não apanhar, ou, simplesmente, não desagradar o seu amado dono.

Isto ocorre quando o dono dá uma bronca no seu filhotinho sem conseguir demonstrar que existe um local que se ele fizer cocô, vai ser elogiado e, quem sabe, até ganhar um petisco.É comum, também, que, com o passar de alguns minutos, o filhotinho, não se lembre que aquele cocô é dele, mas depois de uma bronca, vai saber que quando o dono ver aquele montinho, vai sobrar para ele,

Lembre-se que é mais importante mostrar o local certo e agradá-lo quando acertar, que castigá-lo quando ele errar.

Este é o tratamento mais difícil, você deverá “desensiná-lo” que o coco é um motivo de castigo, há produtos que causam um gosto extremamente ruim na boca do cão, para que ele perca este costume, procure orientação de um adestrador e de um veterinário, pois pode ser que determinada medicação seja necessária.

O cachorro pode, também, comer cocô para chamar a sua atenção, neste caso dê muita atenção a ele, mas nunca logo após ele ter comido as fezes, mostre a ele que existem outras formas de chamar a sua atenção e não permita que ele associe a coprofagia à sua atenção

Existe ainda a possibilidade de o seu cão brincar com o cocô, dê brinquedos alternativos a lele, pois ou ele não tem com o que se ocupar, ou ele não gostou dos brinquedos que ele ganhou.

Fatores alimentares:
Seu cãozinho pode estar se alimentando com uma ração inadequada, com poucos nutrientes ou ainda com uma baixa taxa de digestibilidade, sendo assim, ao sentir o cheiro dos nutrientes, o seu organismo “solicita” que ele coma o cocô, e isto pode gerar um ciclo vicioso ao aumentar a massa fecal, pois o intistino de um cão é curto (por ter origens carnívoras) e a ração mais o coco que ele comeu vai provocar um aceleramento da passagem pelo intestino, fazendo que ele aproveite ainda menos os nutrientes, resultando em mais fezes servidas como alimento, que já é suficiente para produzir diarréia e um aproveitamento menor ainda de seus nutrientes, ele sentirá mais fome ainda e por aí vai…

Não economize com a ração, você poderá causar muitos danos ao seu cão. Uma ração barata pode gerar muitos mais custos com os tratamentos por problemas causados pela alimentação, alem de ser responsável, em grande parte, pela beleza, força, disposição e sistema imunológico do seu cãozinho. Se você não tem condições de proporcionar uma boa alimentação, você não tem condições de ter um cão.

Procure orientação veterinária, seu cão precisará de uma ração adequada e complementos vitamínicos.

Fatores relacionados à saúde do cão:Seu cão pode estar sofrendo de infestações parasitárias como giardíase, verminoses, viroses ou outro tipo de enfermidade intestinal que faz com que sinta a deficiência nutricional e procure o cocô como alimento, podendo cair naquele mesmo ciclo em que quanto mais ele come coco, mais a situação se piora, com a agravante de seu organismo já estar debilitado. Procure orientação veterinária

Importante:
Primeiro: em qualquer caso em que o seu cachorro tenha ingerido fezes ou comida não apropriada, recolha uma amostra de fezes, e leve ao seu veterinário, ele pode ter se contaminado com vermes ou outros parasitas
Segundo: mantenha o ambiente sempre limpo, evitando que ele mantenha contato com as fezes que ele possa ingerir.